Campanha pretende juntar US$ 1 milhão para abençoar pastores com problemas financeiros

Nenhum comentário
Campanha pretende juntar US$ 1 milhão para abençoar pastores com problemas financeiros

Dados mostram que cerca de metade dos pastores nos EUA ganham menos de US$ 50.000 por ano, enquanto servem suas igrejas mais de 50 horas por semana.

Ainda segundo pesquisas locais, pelo menos 90% dos pastores estão enfrentando pressão financeira e isso pode afastá-los do ministério.

Para que isto não aconteça, a Associação Nacional de Evangélicos (NAE – sigla em inglês) lançou uma campanha que arrecadou US$ 1 milhão por meio da associação Lilly Endowment e o valor será destinado para inspirar fiéis a abençoarem seus líderes.

A Lilly Endowment é uma associação de 45.000 igrejas que pretende conseguir levantar este valor em três anos com o objetivo de ajudar as congregações a “mostrar e compartilhar o amor de Deus” por seus pastores de diferentes maneiras além do orçamento da igreja.

As pesquisas realizadas pela NAE mostram que por causa das dificuldades financeiras muitos pastores são forçados a trabalhar em empregos paralelos para sustentar suas famílias e isso leva muitos a se afastarem por completo de seus ministérios.

A campanha ganhou o nome de “Bless Your Pastor” e além do valor, estão incentivando os fiéis a ajudarem seus líderes de outras formas.

“Alguns exemplos podem ser de babá, fazendo reparos em carros, oferecendo assistência médica e odontológica de baixo custo ou sem custo, compartilhando uma casa de férias e fornecendo cartões-presente para o pastor e a família”, exemplificou Brian Kluth, porta-voz do programa e diretor nacional da NAE.

“Quando você pensa em apoiar pastores, alguns podem achar que os pastores têm um trabalho bem fácil, eles são bem pagos. Mas a verdade é muito, muito diferente”, disse Kluth.

“Algumas pessoas pensam em um pastor e logo pensam em um pastor de TV ou em um pastor de megaigreja e elas veem milhares de pessoas e milhões de dólares e grandes salários. A realidade dos pastores da vida real é muito, muito diferente”, completou.

Uma pesquisa de 2015 com mais de 4.000 pastores de 19 grupos denominacionais patrocinados pela Associação Nacional de Evangélicos descobriu que a maioria dos pastores e suas famílias em todos os EUA estão operando com recursos financeiros limitados.

A pesquisa descobriu que 80% dos pastores servem em igrejas com menos de 250 pessoas em qualquer final de semana e 55% servem em igrejas com menos de 100 pessoas.

“Nessas igrejas, o orçamento médio é de US$ 125.000 para cuidar de tudo: o prédio, as missões, o salário pastoral e os programas para as crianças e tudo mais”, disse Kluth.

Além de metade dos pastores ganharem menos de US$ 50.000 por ano, quase 60% dos pastores não recebem benefícios de aposentadoria ou assistência médica de suas igrejas.

Fonte: Gospel Prime

Nenhum comentário

Postar um comentário