Não existe avivamento espiritual quando há comodismo na igreja, alerta pastor

Nenhum comentário
Não existe avivamento espiritual quando há comodismo na igreja, alerta pastor

Uma palavra simples, mas muito verdadeira e contextual. Segundo o pastor Nolan Harkness, o esfriamento espiritual em muitas igrejas é decorrência do comodismo em que alguns cristãos se encontram, preferindo uma vida pacata ao invés de assumir os desafios propostos pelo avivamento e evangelização.

Harkness explica que tais cristãos “são membros de destaque em suas comunidades. Eles são dizimistas fiéis e ajudam nas tarefas da igreja que se encaixam confortavelmente em seus horários”.

Em outras palavras, o pastor ressalta que são pessoas religiosas, que praticamente não diferem de outros seguidores de religiões, uma vez que não estão preocupadas em viver os ensinamentos de Cristo no dia-a-dia, mas apenas seguir um ritual.

“Elas se sentam nos mesmos assentos todos os domingos. Seus filhos estão indo bem na escola e também são ativos nas atividades extracurriculares. No entanto, elas têm uma falha mortal para o avivamento: elas estão felizes com a mesmice previsível da sua igreja”, diz o pastor.

A principal característica de tal comodismo, segundo Harkness, é o impedimento do agir de Deus através do Espírito Santo. A igreja tende à permanecer a mesma. Iniciativas são tolhidas e desafios não são encarados, porque a mesmice criou uma zona de conforto da qual os membros não querem sair.

“Eles sorriem e dizem ‘amém’ quando o pastor menciona o avivamento. Eles regularmente fazem ofertas missionárias e podem até mesmo fazer uma viagem missionária. No entanto, deixar o Espírito Santo chegar e assumir um culto, interrompendo seu estilo de vida satisfeito, é mais do que eles podem imaginar”, destaca o pastor.

Harkness é taxativo dá um exemplo chocante: “Se uma votação secreta fosse iniciada para ver quem gostaria de um movimento genuíno de Deus, que atrairia pessoas à igreja todas as noites da semana e levaria dezenas de pecadores mundanos a serem salvos, eles iriam selecionar a opção ‘Não, obrigado’”.

Finalmente, o pastor explica que o comodismo é fruto de uma vida egoísta, centrada em si mesmo. Tais cristãos se esqueceram do “Ide” de Jesus e se acomodaram em cumprir cerimoniais. A solução para isso é pedir perdão a Deus e ajuda para recomeçar.

“Precisamos pedir perdão a Deus por nosso coração tão focado em nós mesmos. Devemos começar a buscar a Ele e Sua Palavra de uma maneira nova”, diz o pastor, segundo o Christian Post.

“Comece hoje a pensar sobre o que Jesus vai conhecer sobre você quando vê-Lo na eternidade. Quando você um dia estiver diante de Jesus, Ele saberá que você ajudou a promover avivamento e movimentos poderosos do Seu Espírito Santo? Ou você sutilmente os apagou?”, questiona.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário

Postar um comentário