Time do Campeonato Carioca é liderado por pastor e leva o Evangelho aos gramados

Nenhum comentário
Time do Campeonato Carioca é liderado por pastor e leva o evangelho aos gramados

Treinado por um pastor e com menções bíblicas em seu hino, o time de futebol CAAC Brasil disputa a Série C do Campeonato Carioca, promovendo o esporte e os valores cristãos ao quarto nível de futebol no Rio de Janeiro.

“Cristo é a única esperança/ para o homem se transformar/ entrega seu caminho ao Senhor/ confia Nele/ Ele tudo fará”. Estes são os versos da música símbolo do CAAC, que significa Centro Administrativo Apologético Cristão, uma organização de auxílio a igrejas protestantes do Rio que fundou o time.

O CAAC nasceu a partir de um campeonato organizado entre igrejas em 2009. O time amador passou a disputar torneios e se profissionalizou em 2017. Em 2018, jogou pela primeira vez na Série C do Carioca e ficou na décima colocação.

Segundo o presidente do clube, o pastor Ricardo Coelho, os jogadores não são obrigados a ser evangélicos estar na equipe, mas são ensinados a partir dos valores cristãos.

“Não impomos nada a ninguém, mas tem coisas que não permitimos. Criamos uma disciplina, e essa disciplina tem sido correspondida pelos atletas, apesar de alguns não confessarem a fé”, disse Coelho ao Estadão.

O técnico do time profissional, o pastor Ilmar de Almeida, explica que muitos jovens chegam com comportamentos agressivos, mas são ensinados como se comportar em campo “com muito preparo físico, para chegar primeiro na bola nas divididas, não ser desleal, não destratar ninguém e sempre respeitar o adversário, fazendo um jogo limpo”.

O goleiro Jeferson Moreira Costa, uma das grandes apostas do CAAC, é um dos atletas que reconhecem a evolução pessoal dentro do time.

“Às vezes, durante o jogo, com o sangue quente, acaba acontecendo alguma coisa, seja a gente falar um palavrão ou dar uma entrada mais forte. Depois do jogo, o professor Ilmar sempre para e corrige para tentar evitar essas coisas. Também pedimos desculpas aos adversários se fazemos algo”, conta.

O presidente do clube pretende influenciar de forma positiva até mesmo o comportamento dos torcedores na arquibancada. “Pretendemos uma torcida organizada do modo do bem, sem xingamento, sem briga, sem oposição (com outras torcidas). Muito difícil isso de acontecer, mas esse é o nosso objetivo”, disse Coelho.

Para o pastor, o clube existe não apenas para promover uma mensagem religiosa, mas inserir os jovens no esporte.

“Nosso objetivo é ter o esporte como parte da saída de muitas coisas ruins que no mundo junto aos jovens, como as drogas e o tráfico. Com o esporte, acredito que vamos poder dar uma atividade a cada um desses jovens e adolescentes para que eles possam mostrar o talento deles, seja na música, na dança, na cultura ou no esporte mesmo. E com isso, ensinar disciplina, respeito e obediência, essa é a nossa bandeira”, afirma.

Falando sobre os sonhos para o CAAC, o presidente do clube disse: “Nosso propósito é vencer esse campeonato e chegar à Série B2 do Carioca”. Esse é o mesmo objetivo do pastor Ilmar: “Acredito que, com o time completo, vamos ganhar os próximos jogos e buscar o acesso para B2”.

Fonte: Guia-Me

Nenhum comentário

Postar um comentário