Pastor testemunha multiplicação em tempos de escassez: “Conheci o verdadeiro provedor”

Nenhum comentário
Pastor testemunha multiplicação em tempos de escassez: "Conheci o verdadeiro provedor"

Em tempos em que empresas estão falindo e milhares de pessoas estão perdendo empregos, em meio à pandemia de coronavírus, o pastor Joel Engel usa sua história de vida para trazer um lembrete: Deus ainda faz milagres de provisão.

Em transmissão exibida pelas plataformas digitais do Ministério Engel na terça-feira (21), o pastor lembrou do tempo em que enfrentou a grave doença da esposa somada à escassez financeira, apenas três meses depois de se converter ao Evangelho.

“Eu era um padeiro em crise. A doença da minha esposa tinha me tirado tudo e me deixou uma dívida impagável”, contou Engel, que tem o ministério sediado na cidade de Santa Maria (RS).

Sua esposa, Mara Engel, havia sido curada da doença, mas a falência financeira tirou a alegria de Joel. “Ela havia sido curada para morrer de fome”, pensava na época.

“Só me restavam duas opções: ou tirar a minha vida, ou lutar pela minha família. Decidi retomar a padaria e tentar sobreviver dela, mas eu não tinha capital para fazer girar o negócio”, relata.

Engel teve a oportunidade de fornecer pães para o Exército Brasileiro, mas não tinha nenhum saco de farinha para dar início à produção. Como um “novo convertido”, ele resolveu fazer uma oração inusitada. “Eu pedi um empréstimo para Deus”, conta.

“Eu fiz essa oração diante de uma situação desesperadora, mas em meio ao caos eu vi a presença de Deus descendo em forma de uma luz azulada, calma e tranquila, diante dos meus olhos”, disse ele. “Eu senti a mão de Deus naquela sala”.

Milagre da multiplicação

Movido pela fé, Engel ligou para o tenente do Exército para confirmar a entrega do pão. Pouco tempo depois, ele recebeu dinheiro de uma pessoa que estava em dívida. Com o valor, ele conseguiu comprar dois sacos de farinha de baixa qualidade — mesmo precisando de 5 sacos no total.

“Os padeiros testemunharam um milagre naquela padaria, pois eles achavam que sairia um pão de péssima qualidade. Eu fui para casa dormir e sou prova de que Deus trabalha enquanto seus filhos dormem. Na madrugada, ao abrir o forno, eles se assustaram, pois nunca viram um pão tão grande, tão bonito e tão saboroso”, lembra. “Deus se manifestou como o padeiro dos padeiros”.

No dia seguinte, ao chegar no Exército, Engel sentiu-se aflito por estar abaixo da quantidade de pães pedidas pelo contrato. No entanto, ele experimentou o poder multiplicador de Deus.

“Tanto o peso quanto a quantidade bateram exatamente conforme o contrato. Aos 30 dias de contrato, ganhamos a nova concorrência, mês a mês”, conta o pastor.

Engel viveu milagres de multiplicação pelos próximos 90 dias. “Fiz um acordo com o comandante do Exército para que ele me pagasse 90 dias adiantado, para que eu pudesse acertar as dívidas e tirar a nota fiscal. Fui ao banco e recebi a maior quantia da minha vida até aquele dia”, diz.

“Saí daquele banco com uma sacola cheia de dinheiro. A gente está preparado para as coisas ruins, e as boas, chegam a nos assustar. É impressionante o poder de Deus. Naquela época eu só O conhecia de ouvir falar. Jesus me supriu!”, acrescenta.

“Nunca imaginei, nunca ninguém disse que Deus poderia prover e me salvar das dívidas, mas eu conheci o verdadeiro provedor e me apaixonei por Jesus. Eu disse para o meu filho: ‘A partir de hoje, miséria nunca mais!’ Jesus curou a minha esposa, pagou as nossas dívidas”, lembra o pastor.

Depois do milagre na vida de sua esposa e também de seu negócio, Engel abriu mão da padaria para viver seu chamado. “Eu não poderia ficar preso dentro de uma padaria, eu precisava testemunhar para o mundo todo que Jesus salva, liberta e transforma. Assim, abri mão da vida de empresário para ser servo do Senhor Jesus”, disse.

Às pessoas que se encontram em crise financeira, Engel incentiva: “Faça o que eu fiz, peça um empréstimo para Deus. Você não está sozinho! Essa mensagem hoje é para você. Não tire a sua vida, pois Deus pode te dar uma nova vida”.

“O que Jesus fez por mim, pode fazer por qualquer um. Não é hora de crise, é hora de Cristo! A maior pandemia que o mundo está passando é o desemprego, a falência, mas Jesus pode entrar em sua empresa e na sua vida financeira”, finaliza.

Fonte: Guia-Me

Nenhum comentário

Postar um comentário