Foto do pastor presidente das Assembleias de Deus no Brasil é vista como “escândalo e decepção”

Nenhum comentário
Foto do pastor presidente das Assembleias de Deus no Brasil é vista como "escândalo e decepção"

Uma imagem do pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior vestido de bermuda em uma confraternização de família virou motivo de enorme polêmica entre os fiéis da Assembleia de Deus. Nas redes sociais, a foto tem percorrido vários grupos e páginas do Facebook.

José Wellington Júnior é presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) e é ligado a uma das agremiações mais tradicionais da denominação, o Ministério do Belém.

Na imagem em questão (no final desta matéria), ele aparece com um bebê no colo e vestido com uma camiseta polo, calçado e a polêmica bermuda. Para os fiéis que se queixam da peça de roupa do pastor, a bermuda é algo que não faz parte da doutrina adotada pela denominação há mais de cem anos, quando foi fundada.

Na imagem, há uma mulher vestida de calça jeans, o que também é rejeitado pela doutrina clássica da Assembleia de Deus. Como não há informação a respeito da identidade da mulher, e se seria ou não membro da igreja, as críticas não avançaram nessa direção.

“Um escândalo e uma decepção para muitos crentes. Uma imagem que está circulando nas redes sociais chocou o meio assembleiano nesta manhã, na imagem aparece o presidente da CGADB, presidente das Assembleias de Deus no Brasil de bermuda. Acredite, de bermuda”, diz a introdução de uma publicação da página “Assembleianos de Valor” no Facebook, que já tem mais de 10 mil comentários.

O texto acrescenta que “nos últimos 100 anos da Igreja os patriarcas proibiram essas vestimentas para os santos homens de Deus, e até hoje a maioria das convenções estaduais proíbem terminante tais vestimentas para os obreiros da igreja”, e acrescenta: “Principalmente aos pastores que jamais usam tal peça”.

“A imagem chocou, pois quem aparece de bermuda é o presidente da Igreja, aquele que mais deveria lutar pela identidade da igreja, pela sã doutrina da igreja e seu padrão deixado pelos pais da Igreja”, reitera o texto.

Em seguida, os responsáveis pela página estendem as críticas a outros posicionamentos do pastor, que controla também a Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD).

“Estamos recebendo aqui no chat da página, mensagens de irmãos que ficaram boca abertos [sic] diante da aparência de seu presidente. Vale lembre que o Pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior não vê nada demais em um crente torcer pra time de futebol, frequentar estádios com bandeiras de time, ele afirma ‘que é devido a cultura do país’. Ou seja, a igreja que tem o seu padrão santo, deve se moldar na cultura da terra. Entre várias outras coisas que ele afirma que não tem problema, que não é nada demais”.

O pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior ainda não se manifestou sobre o episódio ou sobre as críticas feitas a ele.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário

Postar um comentário