Pregador é atacado por satanista com balde de sangue durante culto nos EUA

Nenhum comentário
Pregador é atacado por satanista com balde de sangue durante culto nos EUA

Durante o grande evento de adoração (um culto a céu aberto) realizado pelo evangelista e ministro de louvor Sean Feucht no National Mall em Washington, DC, no domingo (25), um manifestante satanista atacou um dos pregadores que ajudou a organizar o encontro, derramando sangue sobre o líder cristão.

O Dr. Charles Karuku havia subido ao palco para orar pelos Estados Unidos, que tem sido dilacerado por distúrbios raciais e discriminação, pedindo por mais unidade e clamando para que a cura de sua nação começasse.

Depois disso, ele foi atacado pelo manifestante, que havia aparecido no local para tentar gerar tumulto.

"O diabo está furioso, bruxas estão abaladas, seu poder está quebrado", escreveu o pregador ao postar um vídeo no Facebook, que o mostra coberto de sangue. "Vou manter as roupas manchadas de sangue como uma medalha de honra para Jesus! Suplicando o sangue de Jesus. Este movimento é imparável".

"Eu simplesmente acabei de ser atingido por esse monte de sangue. Era um garoto branco. Olha o que ele fez comigo. Eu nem sabia o que estava havendo. Simplesmente senti esse sangue jogado sobre mim. Mas o Senhor é poderoso e nenhuma arma contra nós prosperará. Esse sacrifício demoníanco está quebrado e não prevalecerá, em nome de Jesus", diz o pregador no vídeo.

Sean Feucht, que lidera a ação evangelística "Let Us Worship", escreveu no Facebook: "Você sabe que está quebrando cadeias em DC [Washington] quando um satanista derrama uma bacia de sangue no rosto de sua equipe!!!!".

"Vocês não podem conter nossa alegria, demônios !! Mais de 35.000 compareceram para declarar o nome de Jesus sobre a capital da nossa nação!! Deus sempre vence!!!!", Feucht continuou.

Esta não foi a única vez que satanistas tiveram como alvo os líderes do movimento "Let Us Worship".

Em agosto, Feucht descreveu o que aconteceu em seu comício em Seattle: “Tivemos uma seita satânica inteira marchando entre os que participavam do nosso evento, o tempo todo gritando: 'Salve Satan!'. Eles danificaram nossos geradores em um ponto, mas durante tudo isso, Seattle nunca parou de cantar!!! Vimos salvações, curas, milagres e batismos! Foi em outro nível! A Igreja se recusou a ser intimidade e Deus continuou derramando do Seu espírito".


Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário