Posella fala sobre chamado de preparar Igreja para fim dos tempos: “Tenho paixão por isso”

Nenhum comentário
Posella fala sobre chamado de preparar Igreja para fim dos tempos: “Tenho paixão por isso”

Em entrevista com o pastor Douglas Gonçalves do movimento JesusCopy, publicada na segunda-feira (8), o teólogo e pregador, Lamartine Posella, contou sobre sua vida cristã desde o início e o quanto Deus tem falado com ele em tempos de pandemia.

“Há 40 anos que me converti e sempre falei sobre o Apocalipse. Desde o início me apaixonei por esse tema e agora há mais perguntas [sobre o fim dos tempos]. Um dia, já na pandemia, acordei de madrugada e o Espírito de Deus falou comigo”, contou.

O teólogo revelou que Deus o questionou sobre o número de pessoas que o estavam seguindo. “Deus me disse: ‘Eu quero que você se responsabilize por essas vidas’. Então, Ele me deu estratégias. Mudei o nome da igreja que era ‘Batista Palavra Viva’ para ‘Yah Church’, comecei um programa de mentoria e de fundação de células para que as pessoas abram mais igrejas”, compartilhou.

Atualmente, Lamartine Posella tem mais de 1 milhão de seguidores e cerca de 50 células na Europa. “Aqui no Brasil, tem milhares de casas querendo fazer isso [fundar igrejas] e tudo aconteceu através do online”, destacou.

“Deus disse: vou mandar vocês para o mundo”

“É preciso ter coragem de entender a hora da mudança. Nós vamos trazer de volta o avivamento. Eu amo falar de Cristo e eu amo falar de Jesus. Quando eu faço lives, eu canto, eu choro. Eu tenho paixão pelo que faço. E Deus me disse: ‘vou mandar vocês para o mundo”, contou. 

Lamartine explica que todas as mudanças atuais feitas, desde o nome da igreja até a forma mais tecnológica de pregar o Evangelho são ações dirigidas pelo próprio Deus a fim de tocar corações nesta geração. Segundo o teólogo, agora seu ministério está em diversos países. 

“Um dia, ouvindo Billy Graham eu disse a Deus: ‘Senhor, se eu pudesse pedir uma coisa em minha vida, eu pediria para falar às multidões sobre Jesus como esse homem fala. E nessa pandemia, Deus me disse que hoje eu falo para muito mais gente do que ele falou. Neste ano, eu falei pra mais de 100 milhões de pessoas”, disse emocionado.

É tempo de pregar o Evangelho às nações

“Eu sempre tive essa dúvida: como vamos evangelizar o mundo todo para Jesus voltar? E isso hoje é possível”, disse se referindo à internet e às facilidades do mundo virtual. Lamartine conta como tem se sentido livre para pregar o Evangelho deixando o Espírito de Deus direcioná-lo em tudo. 

“Jesus disse: ‘Errais por não conhecer as Escrituras e nem o poder de Deus’ [Mateus 22.29]. Tem gente que pensa que o conhecimento inibe o poder do Espírito Santo. Mas ele falava do conhecimento da verdade”, esclareceu. “A Bíblia é um livro vivo e não pode ser desprezada”, continuou.

Existe um tempo para o conhecimento das Escrituras, e existe um tempo para pregar. “Com 32 anos eu tive um programa na Record em rede nacional e fui conhecido por muita gente. Depois eu saí e tive um ministério na igreja local e fiquei longe da grande população. Mas sempre continuei estudando. E, de dois anos pra cá, é como se Deus me dissesse: ‘Vai sair da caverna de novo’. E eu tenho pregado sobre o tema do meu coração [escatologia]”, concluiu.

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário