Pastor diz que fuga de Lázaro é questão espiritual: “Pode usar magia negra pra se esconder”

Nenhum comentário
Pastor diz que fuga de Lázaro é questão espiritual: “Pode usar magia negra pra se esconder”

Nos últimos dias, o Brasil parou para acompanhar a perseguição da polícia a um homem chamado Lázaro Barbosa de Souza. O suspeito de cometer vários crimes em Goiás e Distrito Federal, entre eles assassinatos, roubos e abusos, foi apontado como o serial killer de Brasília.

Segundo o pastor Antônio Júnior, muitas pessoas estão se questionando sobre o real motivo de Lázaro não ser encontrado pelas autoridades. Em seu vídeo no YouTube, postado na quinta-feira (24), ele sugere que o criminoso “pode estar sendo protegido por forças satânicas”. 

Proteção em troca de sacrifícios

“Ele pode estar usando o poder da magia negra para se esconder das forças armadas. É uma história muito parecida com a do Lampião e dos seus soldados, que se escondiam no sertão nordestino”, lembrou.

Segundo o pastor não se trata de uma questão física, mas espiritual. “Lampião e seus cangaceiros usavam o Livro de São Cipriano, que fala sobre ocultismo, magias e rituais satânicos para ‘fechar corpos’, onde a entidade maligna protege a pessoa até contra tiros, em troca de sacrifícios”, explicou.

A polícia encontrou no local onde ele Lázaro morava, diversos objetos relacionados à magia negra. De acordo com o Jornal de Brasília, a morte de Cleonice Marques de Andrade, 43 anos, teria ocorrido em um ritual satânico. A polícia encontrou mechas de cabelo e uma orelha arrancada próximo ao córrego onde a vítima foi encontrada. 

As imagens obtidas pelos investigadores, de um cômodo onde a mãe de Lázaro morava, também mostram altares com cachaça e dinheiro ao redor, cumbucas de barro e pichações nas paredes — uma delas com a escrita “Satan”. 

No dia 15 de junho, o secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO), Rodney Rocha Miranda, afirmou que Lázaro pretendia fazer um ritual macabro com a família que ele manteve refém.

“As consequências podem ser terríveis”

Embora a esposa de Lázaro o defenda afirmando que ele era evangélico, são várias as provas contra ele. Em entrevista ao Correio Braziliense (CB) ela disse que a família é alvo de fake news e preconceito.

“Não acredito em nenhum ritual. Ele tinha uma fé em Deus muito grande, foi até pregador da palavra no presídio. Eu só vou acreditar que ele se envolveu mesmo nisso quando ele for pego e falar”, declarou.

Mas, ainda de acordo com o CB, diante das evidências já se sabe que Lázaro “estava andando com uma espécie de livro, que os investigadores consideram ser ‘místico’. Isso lhe garantiria ‘proteção espiritual’. Também há a hipótese de que o fugitivo estava participando de uma seita”. 

“As consequências podem ser terríveis”, comentou Antônio Júnior sobre as atuações de Lázaro. “Quando alguém se envolve com essas práticas, não tem noção do perigo que está correndo, porque está abrindo portas para o inimigo dominar a sua vida”, continuou. 

“Aquele que pede por proteção ou milagre ao diabo, pode até conquistar muitas coisas, mas a conta um dia vai chegar e será alta. Somente Jesus pode converter as piores pessoas desse mundo”, disse.

“Nós não sabemos o que vai acontecer com Lázaro, se ele será capturado ou morto, mas nós precisamos orar para que Deus proteja as famílias das pessoas daquela região. E que Deus tenha misericórdia desse homem, que pode até conhecer a Palavra, mas preferiu se entregar ao poder das trevas. A Bíblia diz que aquilo que o homem semear, ele colherá”, refletiu e citou um texto bíblico para concluir.

“Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte.” (Apocalipse 21.8)

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário