Pastor traz esperança para os que estão em luto: “Quando Jesus voltar, não haverá morte”

Nenhum comentário
Pastor traz esperança para os que estão em luto: “Quando Jesus voltar, não haverá morte”

O que acontece após a morte? Ainda há esperança de reencontrar alguém que partiu? Estes têm sido os questionamentos em tempos de pandemia, enquanto o número de mortos pela Covid-19 continua aumentando dia após dia.

Para responder a estas perguntas, o pastor Joel Engel é enfático: “Vamos nos reencontrar sim, e isso vai acontecer a qualquer momento, quando Jesus voltar. É por isso que amamos a volta de Jesus, porque essa é a nossa esperança. Ele vai voltar, e todos aqueles que partiram crendo Nele, irão ressuscitar”.

Sua resposta é baseada em 1 Tessalonicenses 4:13-17, que diz: “Não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem, para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança. Se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, cremos também que Deus trará, mediante Jesus e juntamente com ele, aqueles que nele dormiram.” 

O texto continua: “Nós, os que estivermos vivos, os que ficarmos até a vinda do Senhor, certamente não precederemos os que dormem. Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá do céu, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois disso, os que estivermos vivos seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre”.

Em culto transmitido na terça-feira (1), o pastor Joel Engel explica que todos aqueles que creem em Jesus, serão arrebatados nas nuvens quando Cristo voltar. “Mas antes de sermos arrebatados, todos os que morreram em Cristo serão ressuscitados e receberão um corpo novo, o que chamamos de corpo glorificado. Esse corpo não morre mais”, ensina.

“A partir deste momento, iremos viver para sempre, porque estaremos com o Senhor. Foi esse encontro tão esperado que deu forças para os apóstolos entregarem suas vidas como mártires”, observa o pastor.

Criados para voltar à origem

Para entender a causa da morte, Joel Engel volta à história da origem da humanidade, relatada em Gênesis 1. “Quando Adão e Eva foram criados no jardim do Éden, o projeto de Deus era que o homem vivesse para sempre. Você foi criado para viver eternamente com Deus e o plano vai ser concretizado; ninguém poderá impedir os planos de Deus”, lembra.

A Bíblia relata que, no princípio, o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus. O homem, então, foi colocado para viver em plena comunhão com o Criador dentro do jardim do Éden, onde não havia morte. 

“O jardim, chamado paraíso, é o primeiro lugar para onde vamos voltar. Onde tudo começou, também será o nosso destino”, destaca Engel.

No jardim também estava Satanás, o anjo caído, mas a morte estava inativa, explica o pastor. “Mas quando o homem e a mulher comeram do fruto e desobedeceram a Deus, eles acionaram a morte”, afirma.

“Quando o homem pecou, ele ficou com uma falha interna. Por isso, eles tiveram que deixar o paraíso e experimentar a morte. O homem agora tinha um problema: ele precisava de alguém para lhe dar um novo corpo e lhe salvar dessa doença, o pecado”, observa.

O pastor continua: “Então, Deus envia seu próprio filho, Jesus, para salvar a humanidade da segunda morte — a morte que separa o homem de Deus para sempre. Todas as pessoas que não tem a salvação, além de passarem pela morte do corpo, vão enfrentar esta segunda morte”.

Esperança em Jesus

Mas a Bíblia é um livro de esperança e o plano de Deus foi consumado por meio de Seu filho, explica Engel. 

“Jesus entregou seu corpo à morte na Cruz por amor à humanidade. Mas ali no túmulo, o plano de Deus não acabou — no terceiro dia, o espírito de Deus sopra sobre Jesus e seu corpo ressuscita. A morte já não pode mais lhe tocar”, afirma.

“A morte já cumpriu seu papel de punir o homem por seu pecado, mas a ressurreição resolve o problema do pecado e o corpo mortal ganha a imortalidade”.

Engel lembra que “Jesus entrou na região dos mortos, pisou na cabeça de Satanás, e tirou de suas mãos a chave da morte”.

“Nós, que entregamos a vida para Jesus e fomos salvos, recebemos esse benefício. Jesus já pagou o preço por nosso pecado. Ele ressuscitou e o próximo será você”, finaliza.

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário