Silas Malafaia se torna sócio de empresário acusado de pirâmide

Nenhum comentário
Silas Malafaia se torna sócio de empresário acusado de pirâmide

O pastor e empresário Silas Malafaia está começando um novo negócio em sociedade com Francis Silva, um gestor acusado de operar um esquema de pirâmide com criptomoedas.

A associação busca incorporar a “Central Gospel” (editora de livros do pastor), à AlvoX Negócios, companhia criada para que um sócio investisse na implementação de softwares e recursos tecnológicos, segundo informou Guilherme Amado, do Metrópoles.

A Central Gospel está em recuperação judicial e a sociedade seria uma forma de angariar recursos para pagar os credores.

O sócio, apesar de adotar o nome Francis, se chama Francisley Valdevino da Silva é fundador da Intergalaxy, empresa acusada por 20 investidores de praticar pirâmide financeira por meio de outra empresa, a Forcount. O esquema se basearia na venda de criptomoedas falsas e sem valor, segundo relatos.

No site da editora de Malafaia já consta a nova empresa como opção de investimento “mantendo o valor cristão”. O catálogo de produtos mistura livros, produtos relacionados à igreja e outros “seculares”.

“Além dos materiais da Central Gospel, vão ser vendidos perfumes, camisetas, Ômega 3… Por ser uma editora, a Central Gospel não permite a venda desses produtos, por isso criamos essa empresa. O catálogo vai ser gigante e não só de produtos evangélicos”, explicou ao jornalista.

Malafaia afirmou que, se for encontrada qualquer irregularidade na conduta de Francis, ele deixa a sociedade. “Se tiver algum problema na empresa desse cara, eu tiro amanhã. Nem sabia como está essa engrenagem, deixo com o meu advogado. Não tenho rabo preso com ninguém”.

Fonte: Último Segundo

Nenhum comentário

Postar um comentário