Rapaz encontra R$ 500 e devolve, sem saber que dinheiro iria para missionário

Nenhum comentário
Rapaz encontra R$ 500 e devolve, sem saber que dinheiro iria para missionário

Renan Dias de Oliveira, de 28 anos, está desempregado. Enquanto ele voltava de um exame admissional, na sexta-feira (02), viu um envelope caído em sua frente, em uma rua de Vitória (ES). Ele conta que uma voz interior o dizia: “Vai lá e pega”.

Renan diz que não pensou duas vezes. Ele viu no envelope o nome e o telefone da pessoa que teria ido fazer o depósito no banco e ligou para ela para fazer a devolução da quantia de R$ 500.

Quando viu o valor, ele diz que em sua cabeça dele passavam algumas possibilidades. “Esse dinheiro poderia ser para sustentar uma família ou mesmo para pagar um aluguel. Deus sabe o quanto eu estava precisando desse dinheiro, mas sempre que acho algo e devolvo, já ando olhando para o chão. Fui criado pela minha avó Anália para ser honesto”, contou.

Logo Renan fez a ligação e conversou com Maiara Bozi, uma administradora de empresas de 32 anos. Ela contou que a destinação da quantia era para um missionário no sertão da Bahia. A moça não desconfiava que tinha perdido o dinheiro, contou para Renan que estava em uma fila extensa no banco e que, ao receber uma ligação de trabalho, precisou retornar correndo ao escritório.

“Segui correndo com o envelope no bolso e não percebi. Quinze minutos depois ele me ligou. O mais incrível foi que ele disse que nem ia fazer essa rota de passar aqui em frente, então acho que foi Deus que o enviou. Se não fosse ele, talvez outro nem tivesse ligado. Ele me entregou e brincou para eu prestar atenção na próxima vez”, relatou Maiara. “Nem acreditei, e olha que é uma atitude que deveria ser obrigação nossa”.

Repercussão

A surpresa foi de Maiara, mas quem ganhou o dia foi Renan. “Ela me mandou uma mensagem super bonita, que alegrou meu dia. Fiquei até assustado com a repercussão do ato, quando avisei nas redes sociais. “Era para ser algo normal, mas parece que não, as pessoas acharam muito nobre”, comentou o rapaz.

“Falamos de Deus quando nos encontramos, sobre que era para eu estar ali naquele momento. Esse dinheiro me ajudaria muito, mas decidi fazer o certo. Muito bom saber que o dinheiro vai chegar para onde tem que chegar”, disse Renan.

Maiara agora é só gratidão. “Foi um exemplo para que as pessoas façam o mesmo, isso dá esperança de que ainda tem gente boa e honesta no mundo. E foi o que ele me disse: acredite, tem gente honesta no mundo. Diante deste momento que estamos passando, é mais difícil ainda ver gente fazendo isso. Me enche de alegria”, finalizou a moça.

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário