Pastor explica como o ano Shemitá tem relação com os cristãos

Nenhum comentário
Pastor explica como o ano Shemitá tem relação com os cristãos

O ano Shemitá foi uma lei estabelecida para o povo de Israel, mas continua sendo uma verdade ainda hoje, disse o pastor Joel Engel em culto online transmitido na terça-feira (31).

Em um sábado, Jesus entrou na sinagoga em Nazaré e leu a profecia de Isaías, da qual ele era o cumprimento: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor”. (Lucas 4:18)

O pastor Joel Engel destaca para o “ano da graça do Senhor”, que na realidade se trata do “ano do Shemitá”.

De acordo com as especificações da Bíblia, o Shemitá é o ano de descanso da terra: seis anos são para a semeadura, mas o sétimo ano é de descanso. Além disso, os frutos podem ser colhidos por qualquer pessoa e “todos recebiam a quitação das dívidas”, explica Engel.

Em 2021, o Shemitá começa no dia 7 de setembro, que é também o dia 1 de Tishrei, segundo o calendário hebraico. Neste dia, é celebrado o Rosh Hashaná, o Ano Novo Judaico, marcando o início do ano 5782.

Remissão em Cristo

No livro de Levítico, quando a Bíblia trata das leis do Shemitá, é ordenado que “se alguém empobrecer e vender parte da sua propriedade, seu parente mais próximo virá e resgatará aquilo que ele vendeu” (Levítico 25:25).

Aquele que paga o resgate tem a função de “remidor”, observa o pastor. “O remidor é a pessoa mais esperada naquele ano. Esse remidor é o mensageiro da redenção e trazia boas novas.”

O propósito da lei de Deus para o Shemitá e o Jubileu — que acontece após sete períodos de sete anos — é dar oportunidade a “todos os moradores da terra para serem perdoados, livres de suas dívidas e começarem uma nova história.”

Foi para anunciar essa boa notícia que Deus enviou o mensageiro da remissão, Jesus: “Ele está dizendo: ‘Eu sou aquele que veio no tempo correto, no ano Shemitá, enviado pelo Pai para pagar sua dívida com Deus. Eu sou aquele que é apresentado pela lei como remidor. Sou aquele que pode riscar a sua cédula de dívida.’”

Por fim, Engel afirma que o próprio Deus criou a lei do Shemitá para libertar seu povo. “Deus está nos dizendo: ‘Existe uma lei, existe um jeito de voltar ao estado original. Você pode sair dessa prisão, desse vício, dessas dívidas, dessa doença, e este é o tempo. O remidor está batendo à sua porta.’”

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário