Doações de Natal: Ateus exigem que escola deixe de ajudar instituição de Franklin Graham

Nenhum comentário
Doações de Natal: Ateus exigem que escola deixe de ajudar instituição de Franklin Graham

Ativistas ateus da Freedom From Religion Foundation (FFRF) estão celebrando a “vitória” por supostamente impedir uma escola do Texas de participar da Operação Christmas Child (Operação Natal Criança), uma instituição de caridade anual criada pela agência de ajuda cristã Samaritan's Purse.

Segundo relatado pelo Faithwire, o FFRF publicou uma declaração em 21 de outubro, observando que um "membro preocupado da comunidade" local entrou em contato para reclamar que a North Short Elementary School, uma escola pública no Galena Park Independent Distrito escolar, recentemente participou de uma arrecadação de fundos da Operação Natal Criança.

A Operação é um esforço que incentiva as pessoas a embalar caixas de sapatos todos os anos, incluindo brinquedos, presentes, material escolar, itens de higiene pessoal e a mensagem do evangelho para crianças ao redor do mundo.

O FFRF respondeu à reclamação enviando uma carta ao distrito alertando contra a futura participação na iniciativa - um aviso que foi supostamente bastante eficaz.

“A carta do FFRF funcionou bem como um alerta constitucional”, disse a organização em um comunicado. “O órgão fiscalizador do estado / igreja foi garantido, em uma comunicação da rede de ensino, que o distrito desconhecia a participação da escola na arrecadação evangélica de fundos e que isso não acontecerá mais”.

Annie Laurie Gaylor, copresidente do FFRF, “aplaudiu” o distrito por supostamente interromper a participação na Operação Criança de Natal.

“Nossa denúncia teve o efeito desejado”, disse ela. “Aplaudimos o distrito escolar por ser tão receptivo.”

A FFRF disse que o distrito deve trabalhar com instituições de caridade que não sejam sectárias por natureza e que sejam “seculares”.

Os ativistas ateus também apontaram para o Pr. Franklin Graham, presidente da Bolsa do Samaritano, observando seu desacordo com Graham sobre questões LGBTQ e a vacina da Covid-19.

Fonte: Guiame


Nenhum comentário

Postar um comentário