“O que torna alguém parecido com Deus ou com o diabo é sua língua”, diz pastor

Nenhum comentário
“O que torna alguém parecido com Deus ou com o diabo é sua língua”, diz pastor

A quem você tem dado ouvidos? Alertando sobre a influência da mentira sobre as nossas vidas, o pastor Joel Engel fez uma reflexão sobre o engano de Satanás em Gênesis, em culto na terça-feira (9).

“Tudo é gerado através da palavra”, afirma o pastor ao ler Provérbios 18:21, que diz: “A língua tem poder sobre a vida e sobre a morte; os que gostam de usá-la comerão do seu fruto.”

Para entender o poder da língua, é preciso voltar ao início de tudo. O pastor lembra que Adão e Eva tinham uma vida perfeita: havia plenitude da presença de Deus, saúde, riqueza e felicidade completa. “O que mais eles poderiam desejar estando no melhor lugar, com tudo o que precisavam?”, questiona Engel.

Até que um dia a serpente, o mais astuto dos animais, perguntou à mulher: "Foi isto mesmo que Deus disse: ‘Não comam de nenhum fruto das árvores do jardim’?" Ela então respondeu: "Podemos comer do fruto das árvores do jardim, mas Deus disse: ‘Não comam do fruto da árvore que está no meio do jardim; do contrário vocês morrerão’".

No entanto, o pastor lembra que Deus nunca havia dito “nem toquem nele”, mas sim: "Coma livremente de qualquer árvore do jardim, mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá".

Por isso, Engel alerta: “Nós precisamos estar alicerçados na verdade, mas Eva estava alicerçada em uma verdade parcial. Ela acrescentou uma palavra a mais que Deus não havia dito e o inimigo percebeu que ela não conhecia a verdade completa”.

Estratégia de Satanás: modificar a Palavra de Deus

Por causa do engano, Deus amaldiçoou a serpente e apontou sua condenação, declarando a primeira profecia sobre Jesus: “Porei inimizade entre você e a mulher, entre a sua descendência e o descendente dela; este lhe ferirá a cabeça, e você lhe ferirá o calcanhar". (Gênesis 3:15)

Engel explica que a serpente foi castigada por ter modificado a palavra de Deus. “Tudo foi criado por Deus por meio de Sua palavra. A verdade é a essência das coisas”, afirma. “Deus nos criou para sermos à imagem e semelhança Dele, não para desejarmos Sua posição. A serpente tentou o homem a cometer o mesmo erro que lúcifer”.

O pastor ainda lembra que, ao obedecer aquela mentira, o homem perdeu completamente a garantia de seu projeto original. “Entrou dentro do homem a capacidade de ter duas naturezas em si: o bem e o mal”.

Mentira é a verdade invertida

Para entender a profundidade do engano de Satanás, Engel usa a gematria — um sistema numerológico pelo qual as letras hebraicas correspondem a números. 

A palavra verdade (emet) tem como número de gematria 9 e a palavra mentira (sheker) tem como número de gematria 6, ou seja, a mentira é o inverso da verdade.

“Mesmo a verdade que é falada, dependendo da fonte, pode ser maligna”, alerta o pastor. “A serpente falou uma verdade para Adão e Eva com uma modificação, mas a intenção era fazer o homem e a mulher desobedecerem a Deus e se tornarem inimigos de Deus.”

Depois da queda, o homem sofreu todas as consequências: chegou a morte, a doença, a tristeza e a dúvida. “Você irá colher de acordo com o que der ouvidos”, afirma Engel. “Se você ouvir a voz do mal, terá colheita de morte. Se ouvir a voz de Deus, terá colheita de vida.”

Por fim, o pastor declara: “O que torna alguém parecido com Deus ou parecido com o diabo é sua língua, porque a nossa boca fala do que o coração está cheio. Se o coração está cheio de amor, as palavras serão de reconciliação. Se o coração está cheio de maldade, a amargura contagia a todos.”

“A única forma de restaurar aquela verdade era com um preço muito caro. Então Deus ofereceu seu filho na cruz”, continua Engel. “De um lado um ladrão blasfemando, e do outro, um ladrão dizendo: ‘Jesus, se lembre de mim quando entrar no reino dos céus’. O que aconteceu com aquele ladrão? Ele conheceu a verdade!”

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário