“O que define o fim dos tempos é a Igreja submetida à Grande Comissão”, diz missionário

Nenhum comentário
“O que define o fim dos tempos é a Igreja submetida à Grande Comissão”, diz missionário

Sempre que a intensidade e o número de terremotos aumentam, as pessoas falam mais em “fim dos tempos”. O mesmo ocorre com tsunamis e outras catástrofes naturais, guerras e pandemias.

Mas o que realmente define o fim dos tempos? Segundo o missionário e líder do movimento "Vozes e Trovões", Fábio Coelho o fim dos tempos é bem definido pela Bíblia, em Mateus 24.14.

Em entrevista ao Douglas Gonçalves do JesusCopy, ele explica que o texto bíblico é muito enfático e não deixa dúvidas: “E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim”. 

O que define o fim?

Conforme as Escrituras, Fábio esclarece: “O que define o fim não é terremoto, cataclismas, pandemia, guerra ou furacão”, disse ao lembrar que Jesus apontou para tudo isso como “sinais do fim”. 

“O que define o fim é a ação da Igreja submetida à Grande Comissão”, enfatiza. O termo “Grande Comissão” se refere à ordem que Jesus deu aos apóstolos para ir e fazer discípulos em todo o mundo. Essa é uma ordem para todos os cristãos —  que preguem o Evangelho a todo o mundo, ou seja, a todas as etnias.

“Quando isso acontecer, quando o Evangelho do Reino for testemunhado em todas as etnias da terra e quando houver um remanescente que invoca o nome do Senhor em todo lugar, então chegaremos ao tempo do fim e Jesus voltará”, explicou. 

Por que gastar a vida evangelizando pessoas?

“Qual a finalidade disso tudo? Para que o Reino de Deus venha permanentemente sobre a terra e transforme todas as coisas”, respondeu.

Douglas lembrou da profecia que diz que a glória do Senhor cobriria toda a terra. “Eu gosto muito da definição de glória como reputação — a reputação de Deus sendo conhecida em toda terra através de seus filhos e filhas”, ele citou. 

"Toda língua confessará e todo joelho se dobrará, porque Ele é o Senhor. É por isso que a gente prega o Evangelho”, Douglas continuou. 

“Estar em missão é trabalhar para que a fama de Jesus cresça nas nações da terra e isso é maravilhoso”, completou Fábio.

“O fim está relacionado com a fidelidade da Igreja”

Douglas e Fábio observam tudo o que pode ser feito através da tecnologia avançada, na atual geração. 

“Através da internet estamos entrando nas nações”, disse Douglas ao lembrar que enquanto uma live é feita no Brasil, pessoas do mundo todo podem acessar. 

E por conta dessas lives e pregações “pessoas serão ativadas para pregar o Evangelho do Reino”, reforçou Douglas.

Fábio lembrou que o Evangelho só vai alcançar todas as nações ou etnias quando os cristãos estiverem ativados em missões: “O fim está relacionado com a fidelidade da Igreja”. 

Últimos dias e fim dos tempos

Embora as pessoas confundam os dois termos, a Bíblia deixa claro através de uma cronologia profética que 'últimos dias' e 'fim dos tempos' são termos usados para definir períodos na história da humanidade. 

“A Bíblia fala de ‘tempos’. Em Hebreus 1, diz que desde os tempos de Jesus, nós estamos nos últimos dias”, citou o missionário.

Já os termos ‘outrora’ ou ‘antigamente’ são usados para definir o período da primeira aliança, quando Deus falava através dos profetas. 

“Nos últimos dias, que começam depois da encarnação de Jesus, Deus falou por meio do Seu Filho. O termo ‘últimos dias’ está relacionado com a primeira vinda de Cristo”, disse ao citar também que Pedro falou dos últimos dias em Atos 2.12-17.

Resumindo, o primeiro tempo é compreendido na época dos profetas, o segundo após a encarnação de Cristo [últimos dias] e o terceiro tempo que se chama “fim dos tempos”. 

“Não é o fim do mundo”

“Quando terminar o tempo conhecido por ‘últimos dias’, viveremos o tempo chamado 'fim dos tempos'. E o fim dos tempos não é o ‘fim do mundo’, mas o fim desta era. Depois disso, virá o Reino do Senhor”, detalhou Fábio. 

Cristo vai estabelecer o Reino de Deus nessa terra, a partir de Jerusalém, e vai restaurar todas as coisas, conforme lembra o missionário. 

Fábio Coelho é autor de livros que falam profundamente sobre escatologia. O atual lançamento “A Missão Apostólica da Igreja” fala sobre três aspectos importantes que vão acontecer antes de Jesus voltar.

“O maior avivamento da história, a maior perseguição aos cristãos e a maior explosão missionária e colheita de almas que o mundo já viu”, compartilhou o autor.

“O livro foi escrito para servir de ferramenta à Igreja, para que ela entenda realmente qual a sua missão e os cristãos entendam qual o seu chamado”, concluiu.

Fonte: Guiame 

Nenhum comentário

Postar um comentário