Decapitações, estupros e mortes: Filme com Heidi Baker mostra realidade em Moçambique

Nenhum comentário
Decapitações, estupros e mortes: Filme com Heidi Baker mostra realidade em Moçambique

Enquanto terroristas invadem aldeias e decapitam seus moradores, como a Igreja pode ser resposta em meio a tragédia? O documentário “Nifento” mostra a realidade enfrentada por missionários em Moçambique, através do ministério Iris Global, liderado por Heidi Baker.

Heidi Baker vive em Moçambique, na África, há mais de 25 anos — mas tem enfrentado duros desafios no campo missionário desde 2017, quando a província de Cabo Delgado foi tomada pela guerra. 

Apesar dos conselhos de amigos e familiares para Heidi deixar o país, por questões de segurança, a resposta da missionária sempre foi: “Por que eu deveria deixar para trás aqueles que criei e discipulei, aqueles que eu amo? Se eles não podem sair, então por que eu deveria?”

O documentário Nifento (palavra que significa “amor” na língua moçambicana Makua), foi filmado por dois missionários, James e Jessica Brewer. O filme mostra a dura realidade do terrorismo no norte de Moçambique, as histórias de famílias que são vítimas da violência e a resposta do Iris Global, que está trabalhando lado a lado com a igreja local.

Em busca de ser as mãos e os pés de Jesus em uma das nações mais pobres do mundo, Heidi e sua equipe enfrentaram ciclones, inundações, fome, pobreza extrema e agora terrorismo.

No norte de Moçambique, o cenário tem sido devastador: terroristas radicais têm incendiado vilarejos, decapitado civis, torturado inocentes, estuprado mulheres e perseguido cristãos. 

Como consequência, mais de 800.000 pessoas fugiram de suas casas e foram deslocadas internamente.

O documentário Nifento está disponível no site e no canal do Iris Global no YouTube. É possível assistir o filme legendado em português, nos ajustes de configuração da plataforma.

Para mais informações e saber como contribuir com o Iris Global, acesse nifento.com e irisbrasil.org.

Fonte: Guiame 

Nenhum comentário

Postar um comentário