“Todas as provas que passamos tem o objetivo de nos despertar”, diz pastor

Nenhum comentário
“Todas as provas que passamos tem o objetivo de nos despertar”, diz pastor

Todo ser humano atravessa dificuldades na vida em algum momento, e por vezes elas parecem não ter fim. Para o pastor Joel Engel, contudo, as provações podem ser encaradas por outra perspectiva, neste caso, a do “despertar” pessoal com relação à necessidade de Deus e de mudanças.

Em uma ministração feita no dia 7 desse mês, o pastor explicou primeiramente que Deus faz questão de demonstrar o seu amor e misericórdia com os pecadores, a fim de que eles tenham a chance de mudar e superar as suas dificuldades.

“A primeira manifestação do poder de Deus foi o amor. O poder que emanou de Deus para criar a terra veio deste lugar de amor”, disse ele. “Só Deus expressa amor a alguém que não fez nada para merecer. É isso que torna Deus, Deus”.

Classificando a luta humana contra o pecado um “processo”, o pastor explica que não é possível vencer essa batalha sem um relacionamento genuíno com Deus, visto que o ser humano, devido à queda pelo pecado adâmico, possui uma inclinação para o mal.

“A natureza terrena, que nos faz agir pior do que animais, e a natureza espiritual, que nos leva a buscar a Deus”, disse ele.  “Temos dentro de nós dois lobos: o lobo bom e lobo o mau. Se você alimentar o mau dentro de você, fará coisas ruins, e se alimentar o lobo bom, fará coisas boas.”

Superação

Apesar da inclinação para o pecado, Deus nos ofereceu a graça salvadora mediante o sacrifício de Jesus Cristo na cruz, sendo esse o meio de superação das dificuldades. Para tanto, é preciso haver mudança de perspectiva com relação às provações.

“A graça é um favor que eu não mereço, que vem e nos alcança. Todas as pessoas que vêm a Cristo, vêm repletas de pecados e falhas. Assim é o ser humano”, explica o pastor. “Mas estamos nessa terra em um processo. Todas as provas que passamos tem o objetivo de despertar o melhor que há dentro de você.”

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário

Postar um comentário