Líderes pedem cautela e alertam sobre desafios diante do crescimento da igreja brasileira

Nenhum comentário
Líderes pedem cautela e alertam sobre desafios diante do crescimento da igreja brasileira

Uma pesquisa divulgada pelo Datafolha na segunda-feira (13) mostrou que os evangélicos atingiram a marca de 31% da população brasileira e os dados mostram que continuarão a crescer nos próximos anos.

No último Censo realizado em 2010, o número de católicos era de 64,6%, passando agora para 50% da população, enquanto que os evangélicos eram 22,2%.

Esse crescimento foi comemorado por lideranças de todo o Brasil, que veem o crescimento como resultado do trabalho evangelístico desenvolvido pelas diversas denominações do país.

Procurado pelo Gospel Prime, o bispo Abner Ferreira, presidente da Assembleia de Deus em Madureira, Rio de Janeiro, uma das maiores igrejas do país, com mais de 600 mil membros na cidade carioca, comentou o resultado.

“A história da igreja evangélica é, na sua esmagadora maioria, escrita por gente simples e apaixonada pela evangelização, sem distinção de cor, etnia ou posição social”, comentou.

O bispo também destacou o trabalho social desenvolvido pelas denominações, afirmando que “a igreja evangélica é a verdadeira agência ressocializadora do Brasil”.

Para Ferreira, deve haver cautela sobre os números apresentados, pois os líderes não devem esquecer que a obra é realizada por Deus.

“A igreja deve lidar com humildade e simplicidade, sabendo que isto não é obra de homem, mas obra de Deus. É a Graça de Deus que faz isto. Somente a Graça de Deus”, disse.

Já o pastor Carlito Paes, da Igreja da Cidade, de São José dos Campos, afirma que o crescimento é positivo, pois afirma crer que a Igreja de Cristo pode mudar a vida das pessoas.

“O crescimento evangélico brasileiro é constante e vem de longos anos, afinal já são mais de 150 anos da presença evangélica no Brasil, com as igrejas históricas, depois as pentecostais, as neopentecostais e comunidades independentes”, disse.

Ele acredita que o Censo Demográfico 2020, que já está sendo preparado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, pode apresentar um número ainda maior do que foi revelado pelo Datafolha.

Carlito ainda faz um alerta, lembrando que o crescimento pode ser usado por pessoas de má índole para agregação ao segmento, de forma que possam se beneficiar de alguma forma.

“Mas claro, com o crescimento, vem também o crescimento nominal, pessoas que se agregam ao movimento por decisão e não por conversão, mas isto é inevitável em todo movimento crescente! Em nenhuma plantação cresce somente a planta boa, Jesus já nos ensinou isto! O joio cresce junto com o trigo”, disse.

Com relação aos desafios, o pastor da Igreja da Cidade afirma que o maior deles virá no futuro. E incentiva a necessidade de discipulado, treinamento, ensino bíblico prático e acadêmico.

“Penso que o maior desafio para igreja evangélica brasileira, não está agora, e sim no futuro, precisamos de discipulado, treinamento, ensino bíblico prático e acadêmico para que não venhamos a ter uma grande igreja, mas sem conhecimento, e todos sabemos que sem conhecimento o povo se corrompe”, disse.

Fonte: Gospel Prime

Nenhum comentário

Postar um comentário