“O jeito que você pensa se reflete em sua saúde física e emocional”, diz Joyce Meyer

Nenhum comentário
"O jeito que você pensa se reflete em sua saúde física e emocional", diz Joyce Meyer

A pregadora americana Joyce Meyer conversou com seu auditório lotado sobre a influência da mente, dos pensamentos, na saúde física e emocional das pessoas.

Ela disse que “se o que está pensando não concorda com a palavra de Deus, a Bíblia nos diz para derrubar esses pensamentos errados e trazer todos os pensamentos cativos à obediência de Jesus Cristo”.

Joyce fala de sua própria experiência no passado, ao dizer que mesmo estando na igreja, amando a Deus, sabendo que se morresse naquele momento teria ido para o céu sua vida era uma bagunça devido aos seus pensamentos em descompasso com as Escrituras.

“Eu não estava feliz. Eu não tinha alegria, nenhuma paz e não sabia quem eu era em Cristo. Eu nunca, nunca ouvi uma mensagem sobre o meu pensamento”, explicou.

Joyce afirma que existem escrituras em toda a Bíblia tratando sobre a mente. “Na verdade, uma das principais escrituras em Romanos 12 nos diz que a única maneira pela qual nós podemos ser transformados é somente através da renovação da nossa mente; aprendendo a pensar do modo como Deus pensa”, diz.

Autora de três livros sobre a mente, entre os quais o popular “O campo de batalha da mente”, Joyce diz que precisamos adicionar poder sobre a forma como pensamos, ou então, poderemos enfraquecer pela maneira como pensamos.

Em sua pregação, intitulada de “Como seus pensamentos afeta sua saúde física e emocional”, a pastora fala sobre alguns passos para mudar os pensamentos afetados por algumas condições pessoais.

Em primeiro lugar, está o estresse. Ela afirma que o estresse está relacionado mais à maneira do que se pensa sobre as circunstâncias do que propriamente às circunstâncias.

“Deus deu a todos nós uma resposta. A resposta mais simples para cada problema, no entanto a maioria de nós leva uma vida inteira para aprendê-la”, diz.

Joyce aponta o que está escrito em Provérbios 3:5 a 7, uma parte das Escrituras destaca o papel da mente na conduta pessoal. “Por alguma razão nem sempre as vimos”, diz.

Ela diz que muitas pessoas pensam que estão confiando em Deus, mas se preocupam o tempo inteiro. “Elas não estão confiando em Deus com todo o seu coração e mente; elas podem querer confiar em Deus, mas não estão fazendo isso completamente”, afirma.

Com base no texto, Joyce diz que não podemos confiar na própria percepção e entendimento acerca dos problemas tentando descobrir o que está acontecendo e o que você deveria fazer. Isso é falta de confiança em Deus, diz.

Ela diz que o certo é pedir a Deus para nos mostrar o que fazer, caso estejamos prontos para isso. “Nós temos uma coisa a fazer quando temos um problema: orar e confiar em Deus”, diz.

Joyce reconhece que essa postura é desafiadora, mas é preciso crer e confiar que Deus dirigirá e endireitará todos os nossos caminhos, quando “confiarmos em Deus de todo coração e mente”.

Continuando em Provérbios, Joyce explica que “não somos espertos o bastante para gerenciar a nossa vida”.

“Nosso Deus providenciou a maneira para nós; não temos que ficar estressados o tempo inteiro e termos todos os tipos de problemas de saúde que são causados pelo estresse”, diz citando Hebreus 4:3 e 10.

“Acreditar tem a ver com a fé, mas também tem a ver com nossos pensamentos. Eu não estou realmente acreditando em Deus se não estou pensando que Deus está nisso e que Ele vai cuidar disso”, declara.

“Não importa o que esteja acontecendo em minha vida, preciso acreditar que Deus está trabalhando ... agora mesmo em minha vida. Ele está dizendo que suas obras foram concluídas desde a fundação do mundo”, diz. “Tudo já foi feito, o que precisamos é orar e receber pela fé e manter uma boa atitude até que vejamos a manifestação”, explica.

“Tudo vem de Deus através da fé e da paciência, nós não recebemos apenas pela fé, por isso você ora, e espera”, diz. Joyce explica que no processo da espera é preciso confiar, porque o inimigo vem e enche as mentes dizendo que Deus não nos ama e que por causa do pecado e de algo que fez errado não irá receber o que pediu.

Confiança em Deus

Joyce diz que nessa hora é preciso abrir a boca para declarar “Deus está trabalhando em minha vida agora mesmo, e eu vou receber tudo o que Ele prometeu a mim”.

“Confiar em Deus nos faz entrar em seu descanso, o repouso não é uma sensação do trabalho, é descansar enquanto se trabalha”, afirma.

Mostrando exemplo de sua vida ministerial, Joyce diz que “tudo aquilo que nós fazemos, se confiamos em Deus podemos fazê-lo em repouso”.

“Se você estiver descansando no interior, você pode trabalhar muito mais duro no exterior e ainda assim não ficar cansado”, diz.

A pastora diz que “confiar em Deus é o maior apaziguador do estresse do mundo”.

Joyce diz que o estresse causado pela preocupação pode gerar muitas doenças físicas, como tensão nos músculos, dores de cabeça, respiração alterada, aumento da frequência cardíaca, inflamação das artérias problemas, gástricos, constipação, diarreia, baixo nível de espermatozoides, ciclos menstruais irregulares, depressão, privação de sono.

“A preocupação é resultado do pensamento errado. Deus ama você Ele sabe sobre seu problema antes de você o ter, você pode até ter ficado surpreso, mas Ele não ficou surpreso”, diz. “Deus realmente já tem um bom plano para o seu avanço e sua libertação, e tudo que você tem que fazer é caminhar e esperar”.

“Você não precisa ser infeliz no processo de espera e feliz apenas quando você tem esses avanços. Nossa jornada com Deus, se você ficar nela tempo suficiente realmente muda você, e um dos benefícios que você começa a ter, com o passar do tempo, é que você realmente começa a aprender o quão tolo e inútil é se preocupar com coisas sobre as quais não pode fazer nada”, ensina.

Pensamentos que drenam a energia

“Qualquer tipo de pensamento negativo pode drenar nossa energia”, diz Joyce. Ela destaca os pensamentos que fazem isso e os que produzem energia.

“A maior parte da nossa energia vem do que está acontecendo dentro de nós, assim como a maior parte da nossa drenagem de energia vem do que está acontecendo dentro de nós”, diz.

“Quanta energia você tem desperdiçado odiando as pessoas? Quanta energia você tem desperdiçado estando com raiva, ou com ciúme? Quantos dias você esteve cansado o dia inteiro porque não conseguiu dormir na noite anterior porque você foi para a cama com raiva de alguém?”, questiona.

“Se o que você está fazendo não está funcionando, então pare de fazê-lo”, aconselha Joyce, dizendo que o pensamento crítico e excessivo sobre as pessoas pode drenar nossa energia.

Ela elenca uma série de pensamentos drenantes da energia: “Desconfiança, ciúme, amargura, ressentimentos, pensamentos de ódio... Se você quiser aumentar sua energia melhore o seu pensamento”, aconselha.

Joyce cita sobre sua recuperação rápida de uma cirurgia de quadril dizendo que fez tudo o que os médicos disseram, mas também teve uma postura em Deus.

“Não tenha má atitude com tudo o que acontece em sua vida, seja grato pelas coisas boas que estão acontecendo, e confiem em Deus para ajudá-lo com as outras coisas”, diz.

Ela cita Jesus, em João 14:27, ensinando sobre “sua paz”.

“Quando alguém o transmite algo significa que ele deixe sobre sua vontade, Jesus disse que a vontade dele é que tivéssemos a sua paz”, lembra a pastora.

Joyce diz que temos uma responsabilidade, porque Deus disse que nos deu sua paz. “Se você tem Cristo em sua vida, então você tem o Espírito Santo vivendo em você e você tem todo o fruto do Espírito que vive em você, como amor, alegria, paz...”, lembra.

Ela explica que não precisamos orar para Deus nos dar a paz, mas para que Deus nos dê o bom senso de usar a paz que já temos.
Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário