‘Jesus não enfraqueceu sua mensagem para atrair a multidão’, diz Francis Chan

Nenhum comentário
‘Jesus não enfraqueceu sua mensagem para atrair a multidão’, diz Francis Chan

O pastor Francis Chan acredita que um dos grandes erros das igrejas é sua “obsessão” por alcançar um alto número de membros, sem levar em conta a essência do Corpo de Cristo. 

“Eu acredito que cometemos alguns erros graves nos Estados Unidos que levaram a igreja a ficar no estado em que está agora: super dividida e a reputação dos evangélicos nunca foi pior”, disse Chan durante uma reunião no Zoom com 150 líderes de todo o mundo.

De acordo com pastor, o “erro número um” da liderança cristã é ser obcecada com a “frequência à igreja”.

“Entramos em pânico e pensamos: 'Temos que fazer de tudo para atrair o maior número de pessoas possível'. Nós racionalizamos: 'Bem, é melhor um grande grupo continuar vindo do que nenhum'”, observou.

“Onde você consegue ver isso nas Escrituras? Essa não é a mensagem de Jesus”, Chan destacou. “Jesus poderia ter mantido milhares. Tudo o que Ele precisava fazer era enfraquecer a mensagem, enfraquecer o compromisso; mas Ele não fez isso”.

O pastor ainda enfatizou a importância do Corpo de Cristo permanecer na comunhão, no partir do pão e nas orações. “Temos que permanecer em nossas orações, crendo nelas, crendo em nosso amor uns pelos outros. Eu sei que parece que existem outros métodos que podem funcionar melhor, mas não é assim que Ele trabalha”.

Recentemente, Chan participou de um debate por vídeo com o missionário K. P. Yohannan, da organização Gospel For Asia, e o teólogo Hank Hanegraaff, apresentador do programa Bible Answer Man nos EUA. Juntos, eles discutiram “por que há tanta divisão no corpo de Cristo?”

Durante a discussão, Chan alertou que a divisão dentro das igrejas hoje estão destruindo a “família de Deus”. Ele chamou a atenção para o aumento de blogs que atacam cristãos na internet outros crentes online, além das discussões nas redes sociais.

“Parece que esta família está uma bagunça; quem gostaria de se juntar a ela?”, questionou.

O pastor também criticou o cristianismo moderno por se concentrar demais em “personalidades carismáticas” e “concursos de popularidade”.

“Muitas pessoas que amam a Cristo, que fazem parte de Sua verdadeira igreja, são mal compreendidos”, disse Chan. “Todos nós conhecemos em parte e vemos vagamente como um espelho. Como vamos nos tornar perfeitamente um?”

Exortando os cristãos a “voltarem a se amar", o pastor disse: “Quando eu leio as Escrituras, Cristo quer que sejamos um com Ele. Perfeitamente um com Ele, perfeitamente um com o outro. Espero que, de alguma forma, nesta conversa, possamos avançar nessa direção”.

Fonte: Guiame


Nenhum comentário

Postar um comentário