Líder cristão é encontrado morto em Burkina Faso

Nenhum comentário
Líder cristão é encontrado morto em Burkina Faso

Na noite de 21 de janeiro, o corpo do líder cristão Rodrigue Sanon foi encontrado na floresta Toumousseni, região de Burkina Faso que faz fronteira com a Costa do Marfim.

Sanon servia em Soubakanyedougou e desapareceu enquanto viajava para uma reunião em Banfora, no dia 19 de janeiro.

De acordo com o portal de notícias Rádio França Internacional (RFI), o cristão nunca chegou ao destino final. O carro de Sanon foi encontrado intacto e vazio em um cruzamento a caminho de Banfora. Acredita-se que ele tenha sido levado por um dos grupos extremistas islâmicos que vivem em Burkina Faso, mas isso não foi confirmado.

Outros três cristãos também desapareceram nas proximidades de Banfora na semana passada e ainda não foram encontrados.

Histórico de crimes contra líderes da igreja

Burkina Faso ocupa o 32º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2021, onde os seguidores de Cristo são pressionados para abandonar a fé por meio de ataques violentos. Familiares, amigos, governo e grupos extremistas são os principais responsáveis pela perseguição aos cristãos.

Desde 2019, o número de crimes contra líderes da igreja no país aumentou, trazendo maior vulnerabilidade e insegurança para os seguidores de Jesus.

O líder Antonio Cesar Fernandes de Dom Bosco foi assassinado em Nohao, região que faz fronteira com Gana. No dia 29 de março de 2019, o pastor Joel Youbaré de Djibo desapareceu a caminho de casa, após um culto.

Em 12 de maio de 2019, Dom Simeon Yampa e outros cinco fiéis foram mortos em um ataque à igreja de Dablo. Além disso, quatro seguidores de Jesus que participavam de uma reunião foram mortos em 13 de maio de 2020.

Fonte: Portas Abertas

Nenhum comentário

Postar um comentário