Pastor diz como perdoou atirador que matou sua esposa em ataque à igreja: “Deus interveio”

Nenhum comentário
Pastor diz como perdoou atirador que matou sua esposa em ataque à igreja: “Deus interveio”

Em 17 de junho de 2015, o Rev. Anthony Thompson recebeu uma ligação que ninguém espera. Houve um tiroteio durante um estudo bíblico na Igreja Metodista Episcopal Africana Emanuel, no centro de Charleston, na Carolina do Sul (EUA). Sua esposa, Myra, estava entre as vítimas fatais.

Nove pessoas, todas negras, foram baleadas e mortas por Dylann Roof, um jovem branco de 21 anos, motivado pelo ódio racial. Três dias depois do crime, policiais encontraram fotos de Roof posando com símbolos da supremacia branca e do neonazismo.

Anthony é pastor de uma igreja vizinha, a Igreja Episcopal Reformada da Santíssima Trindade. Seria a primeira vez que Myra conduziria um estudo bíblico na igreja ao lado; mas neste dia, ela pediu que o marido não a acompanhasse.

“Não quero que você venha”, disse Myra a Anthony, que contou sua história no programa Greenelines da Charisma Podcast Network. 

“Ela me disse: ‘É sua primeira noite na Escola Bíblica de Férias para os jovens. Você precisa estar lá’. Ela me convenceu a ir. Mas eu ainda tinha a intenção de sair de lá e ir para o estudo bíblico”, diz Anthony. 

Quando o pastor foi informado da trágica morte de sua esposa, ele iniciou uma difícil jornada de luto e perdão, que é detalhada em seu livro, “Called to Forgive” (“Chamado para Perdoar”, em tradução livre).

Em vez de se tornar amargo e cheio de ódio em relação ao atirador, o pastor escolheu se apegar à Palavra de Deus e perdoá-lo, tanto de forma privada quanto pública. “O perdão, mesmo para o cristão, é extremamente difícil e doloroso”, disse Thompson. 

“O que você tem que fazer é confiar no Senhor, antes de tudo, para te perdoar por guardar rancor e querer se vingar, para perdoá-lo por tudo o que está roubando sua paz. Deus realmente irá te perdoar. E então, quando você pedir perdão a Deus e for perdoado, peça a Deus para te ajudar a perdoar a pessoa que você não consegue perdoar”, ele aconselha.

Para que o perdão seja colocado em prática, o pastor diz que é preciso ter a ajuda de Deus. “Não conseguimos fazer isso sozinhos. Eu não fiz isso sozinho. Deus interveio. Ele me disse o que fazer. O que você precisa fazer é o que Jesus disse ao doutor da Lei, aquele que perguntou como ele poderia ir para o céu. Jesus disse a ele: me ame de todo o coração, mente e alma, e ame a todos como você ama a si mesmo”.

"Esse é o problema. Não sabemos quem é o nosso próximo porque odiamos nosso próximo. Odiamos o negro. Odiamos o branco. Odiamos isso, odiamos aquilo. Você deve ir ao próximo, seja quem for, e falar com ele. Deixe eles te dizerem quem são. Então você verá a pessoa verdadeira e talvez possamos parar o ódio”, aconselha o pastor

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário