Douglas Gonçalves: “Quer ser grande diante de Deus? Abra mão de tudo e se submeta a Ele”

Nenhum comentário
Douglas Gonçalves: “Quer ser grande diante de Deus? Abra mão de tudo e se submeta a Ele”

O líder do movimento JesusCopy, Douglas Gonçalves, que também é psicólogo e pastor de jovens, publicou em seu canal do YouTube, um vídeo onde fala sobre o "segredo" dos heróis da fé. "O que eles têm em comum? Nas Escrituras há todo tipo de gente, de diferentes nacionalidades apesar do foco em Israel, de várias profissões e de vários contextos históricos. Mas, apesar dessas diferenças, eles possuíam algo em comum — a submissão", disse.

O que é submissão?

De acordo com o youtuber cristão "é estar submisso à vontade de Deus". Ele cita Abraão como um dos maiores exemplos. "Cara, que submissão é essa? Ele simplesmente ouviu a voz de Deus e deixou sua terra e parentela, passando a viver como um peregrino. Deus disse que ele seria ´pai de multidões´ e mesmo com a mulher estéril ele continuou confiando", lembra.

Depois de ter o filho prometido, Deus manda Abraão sacrificá-lo. "E ele vai, confiando e obedecendo", diz. "Perceba que quando se trata de ´pessoas de Deus´ não é habilidade, inteligência ou capacidade em alguma área que os torna grandes, mas é porque eles encontraram um grande Deus, confiaram Nele e decidiram se submeter completamente", reforça.

Revelação do segredo

Douglas observa que Jesus revelou o segredo no texto bíblico que está no livro de Lucas:

"Jesus dizia a todos: Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida a perderá; mas quem perder a vida por minha causa, este a salvará." (Lucas 9.23,24)

"Um texto tão conhecido por nós, mas do que Jesus estava falando? O que é esse ´caminho de cruz´? É morrer para a sua própria vontade. Ele nos convida a viver a vontade Dele", destaca.

Você teria coragem de não focar mais em sua vida?

"Conseguiria focar todos os seus esforços na vontade de Deus? E colocar a sua alegria e plenitude de vida, não mais em realizar aquilo o que você quer, mas o que o Pai quer?", questiona. O psicólogo enfatiza que "a nossa luta é uma luta de vontade" e que "a guerra que está acontecendo envolve a vontade humana de servir a Deus", reflete.

Ao citar as forças espirituais do maligno, ele mostra que existe uma estratégia e uma armadilha por trás de tudo. "Satanás utiliza os próprios desejos humanos para seduzir as pessoas. Ele disse para Jesus 'transforme essas pedras em pães' porque sabia da fome física de Jesus. Ele disse para Eva `pegue e coma, faça a sua vontade´. Mas a vontade humana está corrompida", alerta.

O que acontece com quem não se submete à vontade de Deus?

O pastor destaca a sentença divina de Romanos 1. "Deus simplesmente entrega as pessoas às suas próprias vontades e desejos humanos. Sendo assim a pessoa perde a salvação, porque salvação nada mais é que ser liberto de suas próprias vontades para viver a vontade Daquele que te criou", enfatiza.

"Não se esforce para ser bom, mas se esforce para seguir o Bom. Seja simplesmente uma ovelha e siga os passos do Bom Pastor. Nós não chegamos sozinhos a pastos verdejantes e nem descobrimos, por nós mesmos, as águas tranquilas, mas o nosso Pastor nos encaminha para os melhores lugares", reconhece.

"A minha glória é não ser nada e o meu Pastor ser tudo"

Douglas sublinha o que Paulo diz no livro de 2 Coríntios: "Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte." (2 Coríntios 12.10)

"Com isso, nós aprendemos que nos momentos de fraqueza, a nossa maior arma, é nos submetermos ao Deus Forte e obedecê-lo em absolutamente tudo. Qual o grande trabalho de uma ovelha? Somente olhar para o pastor e segui-lo", simplifica.

"Quer ser um grande homem ou uma grande mulher de Deus? Então abra mão de tudo e se submeta absolutamente ao que Deus tem para sua vida. E que você possa dizer: já não vivo eu, mas Cristo vive em mim", finaliza.

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário