John Piper reflete sobre o real sentido do Natal: “Contemplar a glória de Cristo”

Nenhum comentário
John Piper reflete sobre o real sentido do Natal: “Contemplar a glória de Cristo”

No final do mês de novembro, o teólogo John Piper lançou uma coluna especial que foi divulgada no site Voltemos ao Evangelho, com o título “Boas Novas do Natal” e disse que o objetivo é fazer com que os leitores “ultrapassem o encanto do feriado”. 

O que Jesus quer neste Natal? Ele inicia com esta pergunta remetendo as pessoas a refletirem mais na palavra de Deus. “O anseio e propósito de Jesus é que vejamos sua glória e, então, sejamos capazes de amar o que vemos, com o mesmo amor que o Pai tem pelo Filho”, disse. 

A resposta do teólogo se baseia na oração de Jesus, em João 17, a oração mais longa de Cristo apresentada na Bíblia, segundo ele. “O clímax dos seus pedidos [de Jesus] está no versículo 24”, apontou.

Sobre a oração de Jesus

“Pai, quero que os que me deste estejam comigo onde eu estou e vejam a minha glória, a glória que me deste porque me amaste antes da criação do mundo”. (João 17.24)

“O que Jesus deseja para o Natal é que experimentemos aquilo para que fomos realmente criados — contemplar e experimentar a sua glória, nos satisfazer nela, nos deleitar nela, fazer dela o nosso tesouro e amá-la”, resumiu. 

Além disso, Piper destaca que o desejo de Jesus “é que seus eleitos estejam reunidos para contemplar a glória de Cristo”. 

“Não deixe que o Natal o pegue despreparado”

“Me refiro ao despreparo espiritual. O gozo e o impacto dessa data serão muito maiores se você estiver pronto. Que você esteja preparado. Medite sobre o fato de que precisamos de um salvador”, enfatizou.

O pastor lembra que aquele que não precisa de um salvador, não precisa do Natal. “O Natal não terá seu efeito pretendido até que sintamos, desesperadamente, a necessidade de um salvador”, relacionou.

“Deixe que essas curtas meditações do advento, ajudem a despertar em você uma necessidade agridoce da presença Dele e faça esse auto-exame: o advento é para o Natal, o que a quaresma é para a Páscoa”, refletiu. 

“Prepare o clima de Natal para as crianças”

“Que cada coração prepare para Ele uma morada, limpando a casa. Antecipe a esperança e a empolgação para essa data, especialmente para as crianças. Se você estiver animado sobre Cristo, eles também estarão”, alertou.

Na sequência, disse que o Natal não deve girar em torno de coisas materiais. “Dessa forma, como as crianças terão sede por Deus? Torne visível para as crianças, a maravilha da chegada do Rei”, aconselhou. 

“Memorize as principais passagens das Escrituras. ‘Não é a minha palavra fogo?’ Diz  o Senhor. Então nessa época, reúna-se ao redor deste fogo, que é quente e está cintilando com cores da graça. É cura para mil feridas e luz para as noites escuras”, lembrou. 

“Quero contemplar Cristo em toda sua plenitude e que juntos sejamos capazes de amar o que vemos, com um amor que vai muito além de nossa vacilante capacidade humana. Esse é o nosso objetivo nesses devocionais”, declarou. 

“Oh! Que possamos ver a Cristo com os olhos de Deus e sentir a Cristo com o coração de Deus! Essa é a essência do céu. Esse é o presente que Cristo veio comprar para pecadores ao custo de Sua morte em nosso lugar”, concluiu. 

Fonte: Guiame

Nenhum comentário

Postar um comentário