“O inferno sabe o poder da unidade; os cristãos é que falham em entender”, diz pastor

Nenhum comentário
“O inferno sabe o poder da unidade; os cristãos é que falham em entender”, diz pastor

Uma das orações mais marcantes que a Bíblia registra é quando Jesus intercede pela unidade de seus seguidores. O pastor Joel Engel lembrou sobre o poder da unidade e da concordância na terça-feira (19), em uma pregação.

“Jesus nos ensina que casas divididas não subsistem. Precisamos estar unidos para avançar”, destacou o pastor.

Joel Engel lembra que a unidade pode ser usada para o bem, mas também para o mal. “Infelizmente, o reino das trevas sabe o poder da unidade e da concordância”, disse.

Um dos exemplos citados por ele é a construção da Torre de Babel, quando os povos concordaram em construir uma torre alta o suficiente para alcançar o céu, e Deus confundiu suas línguas.

“Em Gênesis 11:6, o Senhor disse: ‘Eles são um só povo e falam uma só língua, e começaram a construir isso. Em breve nada poderá impedir o que planejam fazer’”, observou Engel. “Deus reconheceu que havia unidade entre o povo. A unidade também pode ser usada para o mal — seitas, quadrilhas, governos. Eles sabem do poder que há em concordar.”

Em seu clamor, Jesus intercedeu por uma unidade vinda de Deus. 

“Que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste”, diz João 17:21.

Engel ensina sobre a unicidade de Deus ao mencionar a Shemá Israel — são as duas primeiras palavras da seção da Torá que constitui a profissão de fé central judaísmo, no qual se diz: “Ouve Israel, Adonai nosso Deus Adonai é Um” (Deuteronômio 6:4-9).

E isso se reflete na ordem estabelecida por Deus. “O reino dos céus é formado por concordância — e neste reino não há democracia. Há um só pensamento, um só desejo, um só propósito e todos pensam de forma semelhante”, afirma o pastor.

O mal sabe o poder da unidade

Joel Engel reconhece que o inferno sabe o poder da unidade, mas os cristãos falham em entender este princípio. “Para lutar contra você, o inimigo faz aliança com qualquer pessoa”, alerta. “Mas você não tem sabedoria para se unir com sua família para enfrentar os inimigos.”

Jesus ensinou que “todo reino dividido contra si mesmo será arruinado” e “toda casa dividida contra si mesma não subsistirá” (Mateus 12:25). Segundo Engel, isso significa que o mal está unido. “O reino satânico subsiste apenas se houver unidade”, afirma.

Por isso, ele incentiva as famílias e igrejas a voltarem a buscar a unidade. “Se você está de pé hoje como família, é porque a sua casa está em concordância”, diz o pastor.

“Somos um só corpo e cada um de nós é um membro. Quando um passa por uma situação, todos passam. Porque quando nos unimos como família em Cristo, estamos unidos com o Pai”, explica. “Quando temos comunhão uns com os outros, o sangue de Jesus nos purifica de todo o mal.”

Outro alerta deixado às famílias é que “antes do inimigo atacar você, ele vai tentar dividir a sua casa”. Por isso, Engel ensina uma regra simples: “Nós vamos superar, e não separar!”

“Fazemos parte de uma corrente e cada um de nós é um elo. A corrente geralmente arrebenta na parte mais fraca, e isso geralmente acontece com pessoas que são cheias de problemas. A vontade é expulsá-las, mas quando falta um elo, a corrente não funciona. O melhor é recuperar essa pessoa, salvá-la e curá-la”, ilustra. “Quanto mais pessoas concordarem, maior será o poder e mais forte vocês serão.”

Fonte: Guiame 

Nenhum comentário

Postar um comentário